Terminou o carnaval. E aí, você voltou bem de viagem ? Espero que sim. Mas, a pergunta vale para um alerta. O número de acidentes nas rodovias brasileiras aumentaram mais de 25% em relação ao mesmo período do ano passado. Você imagina o que isso significa? Dentre os fatores principais causadores de acidentes estão: a mistura entre bebida alcoólica e direção, excesso de velocidade, imprudência em ultrapassagens e a falta de manutenção preventiva nos veículos. Esses são os dados e os principais fatores levantados pelos órgãos controladores do transito. 

Olhando a realidade do transito como motorista, percebemos que além desses fatores existem outros que estão presentes e andam causando bastante complicações, inclusive, tragédias como mortes, danos materiais de grande monta, etc... me refiro aqui aos aparelhos eletrônicos e a falta de bom senso. 

Em relação aos aparelhos eletrônicos, como smart fones, já se tornou “comum” dirigir um veículo e ao mesmo tempo falar ao telefone. Com toda tecnologia a disposição como o Bluetooth, que já vem instalado em boa parte dos aparelhos de carros mais novos, ainda não conseguimos fazer de seu uso um habito. Mas o problema é mais complexo. A tecnologia tem trazido mais desafios. Até um tempo atrás se falava do problema de dirigir e falar ao telefone. Mas com o avanço das mídias sociais, inclusive o whatsapp,temos que lidar com o perigo dos que aventuram escrever mensagens ao volante. Você já pensou o que isso significa? O condutor tem que dirigir e escrever um pequeno texto tudo ao mesmo tempo. Dentre tantos adjetivos que poderiam ser dados a esta postura, a mínima suportável nesta página é dizer que essa atitude é falta de bom senso.

Outro ponto que deveríamos tocar aqui é o fato de as pessoas não respeitarem mais os sinais mais simples que o trânsito exige. O trânsito é um lugar onde não se cabe interpretação dos sinais. O que a placa diz, o que a sinalização diz é o que deve acontecer. Porem, a cada dia se perde mais e mais o bom senso e a gentileza. Esse assunto vamos continuar semana que vem, o bom senso no trânsito precisa ser resgatado, quem sabe daí poderíamos ter um carnaval menos violento, um trânsito que transmite mais paz.